27 de agosto de 2014

A hediondez espírita - Dom Corrêa (18/22)

A HEDIONDEZ ESPÍRITA

Dom José Eugênio Corrêa
Bispo de Caratinga
(1957-1978)

18. NO ESPIRITISMO NÃO HÁ CARIDADE

Depois de tudo o que já sabemos do Espiritismo, será possível ainda pensar que o Espiritismo é capaz de fazer caridade?

De fato, o Espiritismo fala muito em caridade e com isto vai ganhando a benevolência do brasileiro, pouco instruído e inclinado naturalmente à bondade. O Espiritismo tem realizado em muitos lugares certas obras de caridade. Mas, será caridade mesmo, ou justamente o contrário?

Os espíritas realizam obras sociais com o intuito de propaganda. O que desejam é disseminar o Espiritismo. E o Espiritismo é um bem ou um mal? Se o Espiritismo é um perigo para o Cristianismo verdadeiro; se é um perigo para a saúde espiritual e física de nossa gente; se é uma congérie de erros e superstições grosseiras... devemos concluir que o Espiritismo não pode fazer o bem, mas o mal! Ninguém dá o que não tem!

Afinal, que é caridade? Caridade é virtude teológica, tem Deus por motivo: é amor de Deus, por amor de Deus e amor do próximo por amor de Deus.

Quando se ama o próximo e se faz o bem, por amor dos homens, não é caridade, é filantropia.

São Paulo diz na Epístola aos Coríntios que podemos ter uma fé de transportar montanhas... podemos conhecer todos os mistérios... dar todos os nossos bens no sustento dos pobres... mas, se não for por caridade, isto é, por amor de Deus «nihil sum...» «nihil prodest...» não sou nada! Não vale nada!

Ora, um herege, como os espíritas, não pode dizer que faz as coisas por amor de Deus. Como é que se pode dizer que faz alguém uma coisa por amor de Deus, quando está mal com Deus?

Quem é que tem o amor de Deus? Jesus disse: quem me ama observa a minha doutrina, segue a minha lei... Quem não está com Cristo, está contra Cristo, contra Deus, está mal com Deus, não tem o amor de Deus, não pode dizer que age por amor de Deus! O Espiritismo nega todas as verdades da Fé, está contra Cristo, está errado, não pode estar ao mesmo tempo bem com Deus e fazendo as coisas por amor de Deus... No Espiritismo não pode haver caridade!

Afinal, sem união na fé, não pode haver união na caridade. Onde não há a verdade não pode haver o bem, não pode haver o verdadeiro amor. Por isto, diz São Paulo que, se vier um Anjo do céu e anunciar outra doutrina diferente, que a doutrina ensinada pelos Apóstolos, seja ele anátema, maldito! O Espiritismo ensina justamente o contrário do que ensinaram os Apóstolos: seja o Espiritismo anátema, maldito! Não podemos ter união e caridade com o erro!

E São João diz: «Se alguém for ter convosco, e não vier com esta doutrina (a autêntica doutrina cristã), não o recebais em casa» (2 Jo. 10, 11).

Não ha caridade no Espiritismo, não é possível caridade para com o Espiritismo!

2 comentários:

  1. Jesuan, estás com medo dos argumentos postos pelo Frazão e por mim? Por isso não os publicas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado leitor, Salve Maria!
      Se acha isso, só lamento e não posso fazer nada pelos senhores.
      Administrador do Blog São Pio V

      Excluir