Busca no Blog

31 de agosto de 2021

Teresa de Los Andes - Deus, Alegria Infinita - Diário e Cartas

ESPESSAS TREVAS

17 de outubro. Já não prefiro sentir fervor ou não senti-lo.
Abandono-me ao que Jesus quiser. Ofereci-me a ele como vítima.
Quero ser crucificada.
Jesus meu, sou toda tua. Entrego-me por completo à tua divina vontade. Dá-me a cruz, porém dá-me força para levá-la. Não importa que me dês o abandono do Calvário ou o gozo de Nazaré.
Só quero ver-te contente, a ti. Nada me importa não sentir, estar insensível como uma pedra; porque sei que tu sabes que te amo.
Dá-me a cruz. Quero sofrer por ti; porém, ensina-me a sofrer amando, com alegria, com humildade.
Senhor, se a ti agrada, que aumentem mais as trevas de minha alma. Que eu não te veja. Não me importará, porque quero cumprir a tua vontade. Quero passar a minha vida sofrendo para reparar os meus pecados e os dos pecadores; para que se santifiquem os sacerdotes. Não quero ser feliz, mas que tu sejas feliz.
Quero ser soldado para que possa dispor a cada instante de minha vontade e gostos. Quero ser ardente, forte, generosa no teu serviço, Senhor, Esposo de minha alma.

SOU MUITO ORGULHOSA

18 de outubro. Hoje tive de vencer-me muito. Tive raiva, so­frimento por desobedecer e fazer minha vontade. Aborreci-me e pensei que não tinha vocação. Que era uma ilusão, só uma ideia.
Que me desesperaria depois; enfim, tantas coisas.
Além disso, uma madre distribuiu doces para nós. E como me deu um pequeno, deu-me raiva e não o aceitei. E depois não aceitei o outro que me deu. Jesus querido, que dizes deste soldado tão covarde? Perdoa-me. De outra vez serei melhor. Lanço-me nesse imenso oceano de amor de teu coração para assim abismar minha pequenez na grandeza de tua misericórdia.
Noto que sou muito orgulhosa. Porém, dou graças a Deus, que me iluminou com sua graça. Quero ser humilde, esquecer-me de mim mesma inteiramente.

SEREI SERVA

29 de outubro. Amanhã é dia de recreio para as irmãzinhas.
Nós, as Filhas de Maria, vamos substituí-las fazendo o ofício de Marta. Amanhã vou servir, ser servente, serva, é o que me compete.
Hoje não comunguei. Que pena tenho! Jesus me faz falta.
30 de outubro. Servi como irmã o dia inteiro. Gostei. Parecia-me servir a Jesus.
Jesus- fez-me ver a necessidade que tem a carmelita de viver sempre ao pé da cruz para aprender ali a amar e sofrer.
Tenho pena, pois sempre que peço dinheiro ao meu pai, ele me diz que não tem. Que irá fazer quando tiver de me dar o dote para eu ser carmelita? Creio que não vai querer me deixar ir. Vejo tanta hostilidade contra elas . . . Jesus meu, confio em ti. És todo-poderoso. Vem roubar-me e que seja logo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário