Busca no Blog

23 de agosto de 2021

THESOURO DE PACIÊNCIA

DA CRUCIFIXÃO DO SENHOR


 MEDITAÇÃO III 

 Encravado o Senhor na cruz, o levantaram ao alto, e ficou nu e exposto em público, diante de um concurso imenso. Pondera, ó alma minha, quanto seria o pejo do Senhor, a mofa do povo, o sentimento da Virgem Mãe em semelhante ocasião; e depois de teres ponderado estas coisas, faze reflexão sobre ti. Se te vês despida dos bens do mundo, da pompa e luzimento, que talvez noutro tempo terias: se te vês afrontada, injuriada e feita ludibrio de todos, consola-te com a companhia que te faz o mesmo Rei da Glória. Muito maior pejo terás algum dia, se te vires na presença de Deus, despida de boas obras, e somente coberta com a confusão de teus pecados. Pelo contrario, essa confusão, que padeces agora por Jesus Cristo, levada por seu amor te servirá de vestidura preciosa, que te adorne na presença de Deus e dos seus anjos. Os opróbrios de Jesus Cristo converteram-se  em púrpura magnifica de Rei Supremo: deixa-te ser companheiro do Senhor nesta confusão que padeces e nestes desprezos, que também o serás na sua honra, e serás coroada no céu com coroa de glória imensa.

JACULATORIA - 

Ó meu Jesus, pelo pejo que sentistes, quando vos vistes nu, compadecei-vos do pejo que me cobrirá diante de vossa presença. 







Nenhum comentário:

Postar um comentário