Busca no Blog

12 de agosto de 2021


THESOURO DE PACIÊNCIA

SEXTO PASSO

DA CRUCIFIXÃO DO SENHOR

MEDITAÇÃO  I

Chegando Jesus Cristo ao Calvário, começam os soldados a despi-lo impiamente, e lá vai pegada a carne sacro santa aos vestidos: mandam-lhe imperiosamente que se lance sobre a cruz para o encravarem nela, e obedece o Omnipotente. Pondera, alma minha, a prontíssima obediência do Filho de Deus a tão vis criaturas e a um preceito tão áspero; porém, era vontade do Eterno Pai, e o Senhor Jesus olhava aqueles verdugos como ministros executores, escolhidos por Deus para encherem os desígnios da sua altíssima Providência. Ora desengana-te, alma atribulada, que neste mundo essas criaturas, a quem estas entregue, são ministros do Altíssimo, que o Senhor destinou para que se cumprissem em ti os altos e louváveis desígnios da sua Providencia. Se te vês crucificada, ou seja imediatamente pela mão de Deus, ou pela das criaturas, sabe que de qualquer modo sempre é por ordem do teu Deus; pois as Santas Escrituras dizem, que Deus armara as criaturas para vingança de seus inimigos: tu não podes negar que tens sido inimigo de Deus; agora o Senhor armou as criaturas para te castigarem a ti e te crucificarem na tua cruz: logo, se confessas que é razão sujeitar-te a mão de Deus, também é razão sujeitar-te a das criaturas, que por ordem do mesmo Deus te vão crucificando. Dize, pois, a Deus no meio da tua angustia: Aqui me tendes, Senhor, aqui me tendes: crucifica-me como fordes servido e pela mão de quem quiserdes. E consola-te, que, se o Senhor te mandar agora crucificar neste mundo em companhia de seu Filho, algum dia, em companhia do mesmo, pela sua própria mão te há de coroar na Glória.

JACULATORIA. 

Meu Deus, essas criaturas, que me crucificam, são ministros da vossa Providencia: aqui estou, Senhor, aqui estou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário