Busca no Blog

28 de junho de 2017

Tesouro de Exemplos - Parte 374

EM LUGAR DE CETRO UM CRUCIFIXO

No ano de 1273, o arcebispo de Colônia sagrava na catedral de Aquisgrana o imperador Rodolfo de Habsburgo. Terminada a cerimônia, o imperador, de cetro em punho, devia dar aos príncipes a investidura de seus domínios. Como não foi possível encontrar logo o cetro, Rodolfo, tomando o crucifixo de prata do altar, disse: “Esta é a bandeira d’Aquele que derramou todo o seu Sangue por nós; é o sinal da Redenção, fonte de paz e de todo direito. este será também o meu cetro contra os inimigos meus e os do império”.
Esta Confissão de fé causou em todos grande impressão, aumentando a veneração pelo imperador, a quem Deus concedeu um reinado próspero e afortunado sob a proteção da Cruz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário