Busca no Blog

25 de junho de 2017

Tesouro de Exemplos - Parte 373

CORTOU O BRAÇO DO INIMIGO

Clito, irmão de leite de Alexandre Magno, acompanhava este príncipe em todas as suas expedições. Um dia, quando um sátrapa, precipitando-se sobre Alexandre, levantava a espada para partir-lhe a cabeça, Clito preveniu o golpe, cortando o braço do inimigo. Desde esse dia Alexandre fez dele seu favorito e confiou-lhe o comando de uma parte do exército. Um dia, porém, durante um jantar, Clito teve a pouca sorte de contradizer o rei, o qual, irritado, e excitado pelo vinho, lançou-se sobre ele. Clito fugiu, mas Alexandre arrojou-lhe um dardo, atravessando-lhe o coração.
Quando o rei recuperou a calma, vendo o cadáver de quem lhe havia salvado a vida, teve tanta dor que, desesperado, se teria tirado a vida, se os amigos não lhe tivessem arrancado a arma das mãos.
E nós, à vista de Jesus morto por causa de nossos pecados, qual é a dor que sentimos de o ter feito sofrer tanto e morrer, pregado na Cruz?

Nenhum comentário:

Postar um comentário