Busca no Blog

3 de setembro de 2014

Pensamentos Consoladores de São Francisco de Sales.

  Adeus de São Francisco de Sales ao piedoso leitor.

Digo-vos de todo coração adeus. A Deus pertenceis vós sempre nesta vida mortal, servindo-o fielmente no meio dos trabalhos que tiverdes, levando a cruz, acompanhando-o na vida imortal, bendizendo-o eternamente com toda a corte celeste. É o grande bem das nossas almas o estarem com Deus; é o maior bem pertencer só a Deus.
Quem só pertence a Deus, não se entristece nunca senão por ter ofendido a Deus, e a sua tristeza neste ponto consiste em uma profunda, mas tranquila e pacífica humildade e submissão, depois da qual se eleva para a bondade divina por uma confiança doce e perfeita sem temor nem despeito.
Quem só pertence a Deus, só a Ele busca; e, visto que Deus tanto esta na adversidade como na prosperidade, fica em paz nas adversidades.
Quem só pertence a Deus, pensa muitas vezes nele no meio das ocupações desta vida.
Quem só pertence a Deus, quer que todos saibam que ele o quer servir e que se quer ocupar em exercícios convenientes para ficar a Ele unido.
Pertencei pois completamente a Deus, e só a Ele; não desejareis senão agradar-lhe e não querendo agradar às suas criaturas senão Nele e por Ele. Que maior benção podeis vós desejar? Assim pois, desejando isto para a vossa alma, digo-vos adeus.
A Deus pertençamos nós sem fim, sem reserva, sem medida, como Ele é nosso eternamente. Possamos nós sempre unir as nossas pequenas cruzes à sua grande!
Pertençamos a Deus, e só a Deus, pois que, fora dele, e sem Ele, não somos senão verdadeiros nadas.
Adeus. Desejo-vos a abundância do amor divino, que é e será eternamente o único bem dos nossos corações, que só nos foram dados para Aquele que nos deu o céu.
Seja Jesus a nossa coroa! Maria o nosso mel! Eu sou em nome do Filho e da Mãe, todo vosso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário