11 de setembro de 2014

Do diabólico delírio dos mórmons - Pe. Leslie Rumble, M.S.C. (10/20)

Os Mórmons
ou
"Santos dos Últimos Dias"

Padre Leslie Rumble, M.S.C.
Doutor em Teologia  
Missionarii Sacratissimi Cordis
"Missionários do Sagrado Coração"

SEITAS ANTAGÔNICAS
Aqui deve ser notado que os Mórmons não formam um só corpo unido, pois estão divididos em diversas seitas independentes e antagônicas.
A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, com quartel-general em Salt Lake City, Utah, é o corpo maior, reconhecido por mais de 2.000 congregações, principalmente em Utah e Idaho, com um total de mais de 900.000 membros.
A seguinte em grandeza é a "Igreja Reorganizada de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias", com quartel-general em Independence, Missouri. Esta Igreja originou-se logo depois da morte de Joseph Smith.
Porque, quando Brigham Young foi eleito Chefe, uma minoria protestou contra a designação dele, declarando que o filho de Joseph Smith, também chamado José, é que era o sucessor legítimo. Essa minoria, sob a chefia de Joseph Smith Jr., erigiu-se em 1853 em Igreja independente. Seus membros, muitas vezes conhecidos como "Josefistas", repudiam a poligamia, negam que Joseph Smith a tenha jamais ensinado, e asseveram que Brigham Young foi responsável pela introdução da repugnante doutrina de esposas múltiplas. Mas historicamente não há a mais leve dúvida de que o próprio Joseph Smith proclamou o direito e o dever da poligamia. A "Igreja Reorganizada de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias" pretende ser a verdadeira sucessora da corporação original, e numa disputa sobre propriedade em 1894, conseguiu um veredito judiciário para esse fim. A "Igreja Reorganizada" tem umas 200 congregações, com 116888 membros ao todo. Outro grupo minoritário que recusou submeter-se à chefia de Brigham Young persistiu como "A Igreja de Cristo (Lote do Templo)".
Este grupo tem o seu quartel-general em Bloomington, Illinois; e tem 2179 membros, com 50 igrejas. O estranho título que assumiram vem da sua pretensão a uma revelação tida de Deus de que eles devem identificar um Templo para a Nova-Jerusalém em Independence, Missouri. Eles compraram o terreno em 1867, mas a "Igreja Reorganizada de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias" obteve posse legal da propriedade. A "Igreja de Jesus Cristo (Lote do Templo)" ainda o reclama, e diz que tem o dever de edificar o Templo.
Um grupo ainda mais pequeno, chamando-se simplesmente "A Igreja de Jesus Cristo", é conhecido como os "Strangistas". Este grupo foi fundado por James J. Strang em Burlington, Wisconsin, logo depois da morte de Joseph Smith. Recusando reconhecer Brigham Young, Strang declarou que fora designado sucessor de Smith mediante revelações divinas feitas tanto a ele mesmo como a Smith. Proclamou que a sua Igreja era a única Igreja Mórmon verdadeira, mas o corpo associativo dela está hoje reduzido a 123 adeptos apenas!
Ainda menor é a "Igreja de Jesus Cristo (Cutleristas)", fundada em 1853 por Alpheus Cutler, um dos Mais-Velhos originais de Smith, como resultado do que ele declarava ser uma incumbência direta de Deus. Há apenas uns 24 membros hoje em dia que ainda acreditam nessa incumbência direta.
Finalmente, há a "Igreja de Jesus Cristo (Bickertonistas)", fundada por William Bickerton, em Greenock, Pennsylvania. Bickerton ficou sendo sectário de Brigham Young por um ano ou dois, e depois, desgostoso com a poligamia de Brigham Young, deixou a fundação de Utah e foi para Pennsylvania a fim de ali se estabelecer por si mesmo. A sua variedade de Mormonismo tem cerca de 1500 membros, num crescimento não muito pronunciado desde a sua origem em 1862! Eles vivem numas trinta pequenas comunidades, cada uma com sua própria organização como igreja.
Nenhuma dessas seitas contendentes tem melhor — ou pior — direito do que qualquer das outras a representar o genuíno Mormonismo. E todas igualmente falham se o próprio Livro de Mórmon é uma fraude. Mas, já que nada é bem sucedido como o sucesso, basearemos o nosso estudo das doutrinas Mórmons principalmente nas da "Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias" de Utah.

Nenhum comentário:

Postar um comentário