Busca no Blog

7 de setembro de 2014

Do diabólico delírio dos mórmons - Pe. Leslie Rumble, M.S.C. (8/20)

Os Mórmons
ou
"Santos dos Últimos Dias"

Padre Leslie Rumble, M.S.C.
Doutor em Teologia  
Missionarii Sacratissimi Cordis
"Missionários do Sagrado Coração"

OUTROS ESCRITOS SAGRADOS
Depois de publicar o Livro de Mórmon, Joseph Smith publicou mais tarde aquilo que ele proclamava ser um livro escrito por Abraão, mas não incluído entre os livros do Antigo Testamento. Os dizeres que ele atribuía a Abraão eram, novamente, fictícios. Em 1833 ele comprara alguns rolos de papiro de um mercador de curiosidades antigas chamado Chandler. Esses rolos continham alguns hieróglifos e desenhos realmente egípcios. Em 1912, muito tempo depois da morte de Smith, esses hieróglifos foram submetidos ao exame de oito eminentes sábios egípcios, os quais todos declararam que as figuras representavam ritos funerários egípcios comuns, e não tinham absolutamente nada que ver com Abraão! Mas Joseph Smith era absolutamente ignorante da escrita e dos costumes egípcios.
Ainda mais tarde, ele publicou um livro chamado "O Livro de Doutrinas e Pactos", para dar as revelações que ele mesmo proclamava ter recebido como o profeta designado para a edificação do Reino de Deus nos últimos dias. Esse livro explana doutrinas e deveres, prediz o Segundo Advento, e a Sião Americana, e um Milênio vindouro com Cristo governando o mundo.
Aparelhado com o Antigo e o Novo Testamentos, com o Livro de Mórmon e com as suas "Doutrinas e Pactos", Joseph Smith, com a cooperação do seu amigo Sidney Rigdon, sentiu-se pronto para lançar na sua carreira sua nova religião; e agora podemos passar a um breve relato da notável história dela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário