Busca no Blog

21 de julho de 2016

Casamento e Família - Dom Tihamer Toth.

Conferência XVI


Parte 3/10


C - Em compensação a experiência quotidiana fornece-nos incessantemente exemplos da influência feliz da atitude dos pais na formação de seus filhos. Bastará talvez recordar os pais da pequena Teresa de Lisieux. Quando se lê, na vida desses dois esposos respeitáveis, como eles cuidavam seriamente de seus deveres conjugais, quando se lê, nas cartas da mãe de Santa Teresa do Menino Jesus, o seu amor generoso e sua submissão à vontade de Deus, exclama-se involuntariamente: "Sim, desse matrimônio devia nascer uma santa".
"Mas, como se pode hoje ser tão idealista? Hoje os tempos estão mudados. Hoje, temos atrás de nós a grande guerra, e ela tudo destruiu".
Assim se expressam alguns. Mas que sofisma! Atrás dos pais da pequena Teresa, havia também a guerra de 1870 e seus males. E pôr um filho no mundo, sempre foi um sofrimento, sempre foi um sacrifício em todos os tempos, em todas as épocas. E a aceitação desses sacrifícios depende da fé que os pais tiveram em Deus, e de seu amor por Ele.
Infeliz o pobre filho cujos pais perderam a piedade! Infeliz do pobre filho cujos pais não tem religião! Os olhos dos filhos são muito vivos e vêem tudo; aos dez anos, esta ainda escandalizado com a descrença dos pais; aos quinze, já se habituou, e aos vinte encontra nela uma desculpa para a sua vida de incredulidade e leviandade moral.
Pais, não o esqueçais nunca: A primeira tarefa do educador é o seu próprio exemplo. E somente educareis convenientemente vossos filhos, se fordes irrepreensíveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário