Busca no Blog

8 de novembro de 2016

Tesouro de Exemplos - Parte 201

MENDIGANDO CORAÇÕES

S. António de Pádua tinha cinco anos de idade, quando, um dia, ouviu bater à porta da sua casa. Correu a abrir e lá encontrou um graciosíssimo menino descalço e muito pobremente vestido, levando às costas um saquinho de mendigo. António quis ver o que havia no saquinho. Ficou admirado ao ver ali uma quantidade de coraçõezinhos rubros que brilhavam como preciosíssimos rubis.
António pergunta:
— Quem és? e o que queres?
— Sou o filho de um grande rei — respondeu o menino — e vou por ai mendigando os corações dos homens e... quero também o teu.
E António pergunta de novo:
— Mas como te chamas?
— O meu nome? A tua mamãe já te disse o meu nome: eu sou Jesus.
E desapareceu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário