Busca no Blog

16 de agosto de 2016

Casamento e Família - Dom Tihamer Toth

Conferência XVII


O IDEAL CRISTÃO DO CASAMENTO


Parte 2/9

A - Nas primeiras instruções dessas séries vimos que já o primeiro matrimônio fora mais que uma união puramente natural do primeiro homem com a primeira mulher. Pois lemos, nas primeiras páginas das Sagradas Escrituras, que a santa vontade do Criador arrancou essas relações naturais fora do quadro da natureza pura, e colocou-as em uma altura sobrenatural. É o que proclamam todas as primeiras páginas da Bíblia. Deus criou-os "macho e fêmea". É Deus os abençoou, e lhes disse: Sede fecundos, e multiplicai-vos e enchei a terra e submetei-a (Gn 1, 27-28).
Não se podem ler essas linhas sem emoção. Quando Deus muniu de uma força e de uma missão criadora, o primeiro homem e a primeira mulher, "Ele os abençoou". Está, pois, perfeitamente claro, que Ele não só fez descer uma bênção especial sobre o primeiro casamento, como também, pela vontade divina, este casamento foi de um só homem com uma só mulher.
O primeiro casamento na sua forma primitiva, foi certamente um casamento monogâmico. Foi após o pecado original que o homem se afastou da vontade divina, que nele a matéria superou a alma, e que a dolorosa aberração da poligamia e da poliandria apareceu nos caminhos da história.

Nenhum comentário:

Postar um comentário