Busca no Blog

29 de março de 2016

Segunda-Feira de Páscoa

Prezados Leitores, Salve Maria!

Segunda-Feira de Páscoa

Estação em S. Pedro

1ª classe - Paramentos brancos

"A oitava da Páscoa, outrora de preceito, era uma festa contínua. A missa estacional dava ensejo aos neófitos de se reunirem todos os dias, ostentando as vestes brancas, símbolo de vida nova.
Neste primeiro dia da semana, a estação é em S. Pedro, no túmulo do chefe da Igreja, o primeiro apóstolo que viu o Senhor na manhã de Páscoa. A epístola faz-nos ouvir a sua voz. Depois de haver resumido a carreira de Jesus, Pedro dá testemunho da Ressurreição e apela para as profecias: é do Senhor que elas falavam; isto é; é a fé e, Cristo ressuscitado que outorga aos homens a remissão dos pecados. Na aparição aos discípulos de Emaús, o próprio Jesus, "começando por Moisés e percorrendo todos os profetas", havia de lembrar-lhes tudo o que a Ele se referia. Este duplo testemunho das Escrituras e dos Apóstolos confere à fé cristã um fundamento sólido, em que poderá apoiar-se sempre.
E bem verdade que a festa da Páscoa merece ser chamada o dia do Senhor (gradual, durante toda a oitava), porquanto o triunfo de Cristo inaugura o mundo novo, cujo termo será a eternidade."













Nenhum comentário:

Postar um comentário