Busca no Blog

6 de março de 2016

Tesouro de Exemplos - Parte 70

O CASTIGO NÃO TARDOU

Durante o domínio comunista na província de Badajoz (Espanha), deu-se em Navalvillar de Pela um caso triste e revoltante, que não ficou sem castigo.
Um dos milicianos vermelhos, atirando um laço a cabeça do Cristo da Caridade e derrubando a sagrada imagem, saiu arrastando-a pelas ruas. Não contente, arrancou-lhe os olhos com ferocidade.
Passados poucos dias, estando ele de guarda, sentiu que lhe fugia a vista e gritou por socorro. Quando chegaram os milicianos, que bem o conheciam, nada mais puderam fazer: o mutilador de imagens sagradas estava completamente cego.

Nenhum comentário:

Postar um comentário