Busca no Blog

23 de maio de 2016

Tesouro de Exemplos - Parte 116

UM DUELO E UMA CONVERSÃO

O professor Parrini, homem de grande talento, era infelizmente maçon, havia muitos anos. Comprometera-se por escrito a não receber o padre mesmo em caso de grave enfermidade; e no seu testamento ordenara que se lhe fizessem funerais civis exclusivamente.
Ora, sucedeu que Parrini, durante um duelo, recebeu vários ferimentos. Quando percebeu a gravidade de seu estado, imediatamente mandou chamar o pároco, pois queria reconciliar-se com Deus.
Em presença das testemunhas renunciou à maçonaria e retratou seus escritos contra a religião e a Igreja.
Recebeu, depois, os sacramentos com uma piedade que edificou a todos. Tendo osculado afetuosamente o Crucifixo, declarou que reconhecia a Jesus Cristo como seu único consolador e sua única esperança, e expirou.
A explicação desta inesperada conversão é a seguinte:
Parrini nunca passava um dia sem rezar, ao menos o “De profundis” pelas almas do Purgatório.

Nenhum comentário:

Postar um comentário