Busca no Blog

21 de maio de 2016

Tesouro de Exemplos - Parte 113 a 115

OS SACERDOTES DO ALTÍSSIMO

1. Achando-se de passagem em Quito (Equador), um humilde frade foi visitar o célebre Presidente Garcia Moreno, grande estadista e fervoroso católico. Estando ainda à entrada do palácio, logo que viu o Presidente descobriu-se e conservou o chapéu na mão.
— Cubra-se, Padre, disse García Moreno.
— Um pobre frade, respondeu o outro, não pode cobrir-se em presença do sr. Presidente.
— Padre, — replicou Garcia Moreno, pondo-lhe o chapéu na cabeça — que é um Presidente do Equador em comparação de um sacerdote do Altíssimo?

2. A mãe do célebre cardeal Vaughan era uma convertida do protestantismo. Durante 20 anos, sem interrupção, consagrava uma hora do dia a visitar o Santíssimo Sacramento. Que é que pedia ela a Jesus nessas visitas? Sabendo muito bem que a vocação ao sacerdócio é um dom especial de Deus, e querendo para seus filhos tamanha graça, oferecia a Jesus suas visitas e os desejos ardentes de seu coração maternal. Jesus na Eucaristia ouviu as suas preces.
Dos oito filhos homens, que recebera de Deus, seis se tornaram padres e um deles chegou a ser cardeal com grande aplauso e venerado de todos os católicos e ingleses.

3. S. Clemente Maria, apóstolo e patrono de Viena, de família humilde e órfão de pai, sentia imensos desejos de ser padre. Precisando ganhar o sustento para sua mãe e irmãos, aos dezesseis anos empregou-se numa panificação. Quando saía pelas ruas com a cesta de pão nos braços e o filhinho de seu patrão no ombro, ouvia dizer: “Olhem o São Cristovão!”
— Oxalá eu o fosse mesmo e tivesse a felicidade de tomar o Salvador em minhas mãos!
Trabalhava e estudava, porque havia de ser padre.
Indo a Roma com um amigo, bem cedinho entraram numa igreja. Ali perguntou Clemente a um menino:
— Que Padres são esses?
— São Redentoristas; e o sr. será um deles.
E assim foi. Em 1785 celebrava Clemente a sua primeira santa Missa, e foi sempre um padre segundo o coração de Deus. Faleceu em Viena em 1820 e foi canonizado pelo Papa São Pio X.

Nenhum comentário:

Postar um comentário