Busca no Blog

30 de maio de 2016

Casamento e Família - Dom Tihamer Toth.

Conferência XIII


Parte 7/11


C - É bom ainda mostrar um terceiro aspecto interessante dessa questão. Não só os pais educam seus filhos, mas os filhos também educam seus pais.
a - Ensinam a seus pais a virtude de que precisam para se tornarem bons educadores.
Ensinam-lhes em primeiro lugar o amos devotado até o sacrifício.
Seria interessante examinar a fundo a transformação proveitosa que se opera na mulher mais superficial, quando pela primeira vez põe em seus braços o filho recém-nascido. Seria interessante observar com que terno amor, com que delicadeza o pai leva o filho em seus braços robustos.
Em seguida, constatamos o sentimento de responsabilidade e o gosto que desperta nos pais o cuidado da alma e do corpo do filho. Pensam na responsabilidade que tem, em cada palavra que pronunciam diante do filho, em cada exemplo que lhes dão. Cada filho olha seu pai, sua mãe como dois seres melhores, mais sábios, mais inteligentes do mundo, são para eles o seu ideal.
E que aviso para os pais indicando-lhes o quanto pelo menos devem trabalhar para não ficarem longe deste ideal, que a alma de seus filhos evoca a esse respeito!
b - Não acreditais que os filhos possam ser os educadores dos pais? Pois bem! Escutai esta ingênua historieta.
Havia uma filha que, todas as manhãs e todas as noites, fazia piedosamente suas orações com a mãe. Uma noite que a mãe, tendo muito trabalho, não estava pronta para a oração, a filha lhe disse: "Mamãe, venha fazer a sua oração". A mãe respondeu um tanto impaciente: "Hoje farás tua oração com teu pai". Com papai? diz a criança. "Mas papai não sabe rezar". Ela nunca o via rezar, e pensava, com razão, que ele não sabia as orações. Há muito tempo que o pobre homem se afastara de Deus... Mas agora... aquele ingênuo aviso de uma criança inocente, abalara sua alma e o tinha retornado aos deveres religiosos.
Certamente, seria preciso uma grande dureza, para que o coração de uma mãe ou de um pai não se enternecesse, para que não se despertassem neles as santas resoluções de domínio de si, de transformação de vida, quando o olhar inocente de seu filho ou de sua filha pousasse em seus olhos com tanta confiança, amor, entusiasmo e respeito.
Sim, os filhos são também educadores dos pais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário