Busca no Blog

20 de maio de 2016

Casamento e Família - Dom Tihamer Toth.

Conferência XIII


1 - UM PECADO CONTRA DEUS.


Parte 2/11


Primeiramente preciso mostrar, categoricamente, que o cristianismo sempre designou o filho como fim primeiro do matrimônio, e hoje ainda com bastante coragem, levanta sua voz contra certas ideias que se espalham pelo mundo, contra um modo de agir incrivelmente frívolo, que cada vez mais perigosamente contagia os esposos, mina a felicidade familiar e ao mesmo tempo a força da nação. Esta palavra de ordem terrível, essas ideias, este modo frívolo, é o receio de filhos.
A - Precisamos constatar dolorosamente que sobre esta questão se tinha mais bela e mais nobre já antes do cristianismo, quer entre os pagãos, quer entre os povos anteriores a Nosso Senhor Jesus Cristo.
a - É muito conhecido o caso da pagã Cornélia, a quem suas amigas, visitando-a ornadas de ricas jóias, perguntavam-lhe num tom afetado: "E vós mostrai-nos vossas jóias". E esta pagã apresentou-lhes seus filhos dizendo: "Eis minhas preciosas jóias".
b - Não mais preciso lembrar particularmente o magnifico amor aos filhos, manifestado pelo povo do Antigo Testamento,  onde a ausência do filho passava por uma vergonha. Mesmo hoje não se pode ler sem emoção nos Santos Livros as fervorosas orações que as mulheres sem filhos dirigiam a Deus, pedindo a maternidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário