Busca no Blog

11 de novembro de 2015

Tesouro de Exemplos - Parte 3

AH! ESSAS MODAS...

Regressava das missões da África um missionário de barba longa e veneranda. Todos no navio o tratavam com respeito. Durante o dia, enquanto os passageiros se divertiam, ele permanecia no convés, rezando e contemplando o belo céu. Comparava a sua paz com aquele torvelinho e cada dia mais se alegrava de ter escolhido a melhor parte, o sacerdócio.
Uma tarde desceu para a refeição e modestamente ocupou o seu lugar a mesa. Em frente dele sentou-se uma senhora vestida muito a moda, isto é, quase como Eva no paraíso. O Missionário lançou-lhe um olhar sério e guardou silencio. Durante toda a refeição esteve constrangido. Compreendia a obrigação que tinha de advertir aquela senhora, mas queria fazê-lo caridosa e polidamente para que sua repreensão fosse mais eficaz. Ainda estava indeciso, quando chegou a sobremesa. A senhora tomou delicadamente uma maçã do fruteiro e ofereceu-a ao Padre.
— Desculpe, senhora, disse ele, preferira que a senhora mesma a comesse.
— Não, não, faça o favor.
— De modo nenhum, pois é á senhora que compete comer a maçã.
— Mas por que Padre?
— Para que se repita o caso da Sagrada Escritura: Eva tomou uma maçã — lembra-se? — levou-a a boca, deu-lhe uma dentada e, então, abriram-se-lhe os olhos e compreendeu que estava desnuda!...

Nenhum comentário:

Postar um comentário