Busca no Blog

4 de outubro de 2021

Teresa de Los Andes - Deus, Alegria Infinita - Diário e Cartas

DEUS, ALEGRIA INFINITA

Sou feliz; sou a criatura mais feliz do mundo. Estou começando minha vida de céu, de adoração, de louvor e de amor contínuo...
Pedes que eu dê minha opinião acerca de tua vocação. Rio ao ver a quem perguntas. Que confiança podes ter em mim? Enfim, já que me perguntas, direi que penso que agora tua missão está no meio dos teus. Podes, entretanto, ser carmelita no mundo.
Deus quer que o sejas. Ele dará a força e graça de que necessitas para sê-lo. E que nesse deserto de amor Jesus encontre um oásis em sua Isabelita. Que nessas trevas do mundo ele encontre o fogo de amor do teu coração puro.
Não tenhamos outro desejo que o de glorificar a Deus cumprindo em todo momento sua divina vontade. Vivamos sempre alegres.
Deus é alegria infinita.
E ser muito indulgentes para os demais e conosco mesmas muito exigentes. Outro dia disseram a este respeito um pensamento que me agradou muito: ser míope para com o próximo e lince consigo mesmo. Quer dizer, não ver os defeitos alheios mas os nossos.
Adeus. Reze por mim. Sou cada vez mais miséria e ingratidão; um verdadeiro monstro (14-5-1919).

DEUS, NOSSO MENDIGO

Quando penso que há tão poucas almas que o amam, sinto uma pena horrível. Ele, sendo Deus, não precisa de ninguém; sendo imenso e majestoso, se preocupa conosco, nos sustenta, nos alimenta, nos cria a cada instante. Não contente com isto, humanou-se, ele que é Espírito perfeitíssimo. Ele se fez pão para unir-se conosco. Não é o cúmulo do amor? Contudo, só recebe esquecimento, desprezos, injúrias daqueles a quem tanto ama. Para as criaturas que nos amam e estimam um pouquinho, temos carinho e consideração; e só para o Bem Infinito, para o Deus-Amor não temos senão esquecimento e desprezo.
Como quisera que teu coração lhe pertencesse! Ele está sedento do amor de suas criaturas. O próprio Deus é nosso mendigo. Demo-nos a ele. Não sejamos mesquinhos porque Deus é todo Bondade e generosidade para conosco. Como rezo para que conheças e ames a Deus. Não penses que tens de ser monja para isso, não.
No mundo há almas que o amam e o servem.
Rogo-te que sejas amiga da Rebeca. Ficou tão só a pobrezinha!
Sejam verdadeiras amigas que se ajudem mutuamente para serem muito boas (16-5-1919).

Nenhum comentário:

Postar um comentário