Busca no Blog

12 de outubro de 2021

Teresa de Los Andes - Deus, Alegria Infinita - Diário e Cartas

HÁ CACHORROS MUITO BONITOS

Inacinho, gostei, meu filhinho, da tua primeira cartinha. Até a li às minhas irmãzinhas e todas a celebraram muito. Meu Nanito lindo, sou muito feliz. Passo o dia inteiro com Nosso Senhor e a ele falo de você para que ele o faça muito santinho e que seja religioso.
Há uns cachorros muito bonitos aqui, e lembro-me de você, meu filhinho lindo, que gosta tanto deles. Quase todos os dias tenho brincado com o Molzuc que é muito habilidoso e somos muito amigos.
Diga a minha ama que ontem tive de lavar roupa e riam todas muitíssimo ao ver que eu não sabia. Dá-lhe um abraço muito apertado assim como a Rosa, Cruz, Mercedes, Maria Cáceres e Lucho. Juanito tem ido? Adeus, Nanito querido. Que Jesus Cristo lhe leve meus beijos e carinhos (13-6-1919).
Juanito é o protegido de Ir. Teresa (cf. p . 49). A s demais pessoas são empregadas de sua casa, para elas em outras oportunidades envia também carinhosas saudações.

TENHO TUDO

Que lhe direi de minha vida de céu? Cada dia dou mais graças a Deus por minha vocação. Como sou feliz por viver prisio­neira com o Divino Prisioneiro, consolá-lo com minhas lágrimas, ajudá-lo a salvar as almas rogando e sofrendo! Já principiou minha eternidade. Tenho tudo. Só me falta ver Deus face a face.
Peça a Nosso Senhor que me faça muito fiel a seu infinito amor. Amemo-lo muito. Ele tem sede de nosso amor. Depois que Jesus nos deu seu Pai e eclipsou sua divindade, depois que nos deu sua Mãe e sofreu desde Belém até o Calvário e forjou para si cadeias para viver no tabernáculo junto a nós, não teremos um pouquinho de amor para este divino Mendigo?
Que tudo aquilo que fazemos seja por seu amor, e vivamos sempre aos pés do sacrário, ainda que seja em espírito. Viva unida à oração, amor e louvor de Jesus. Ofereça suas ações - tanto perfeitas como imperfeitas - à Santíssima Trindade. Seja a sua alma, minha tiazinha, uma hóstia de louvor e uma hóstia de amor que se santifique perpetuamente pela glória da Santíssima Trindade e para fazer conhecer o amor e a misericórdia infinitas do Deus-Amor (23-6-1919).

Nenhum comentário:

Postar um comentário