Busca no Blog

15 de outubro de 2021

Teresa de Los Andes - Deus, Alegria Infinita - Diário e Cartas

SUA FILHA NÃO O ESQUECE

Sua filha carmelita não o esquece um só dia. Se soubesse, paizinho querido, quantas vezes me encontro a seu lado, acompanhando-o, quantas vezes ao dia elevo suplicante minha oração pedindo a Nosso Senhor consolo para o meu paizinho, forças para não sucumbir ao peso dos trabalhos aos quais se submete por seus filhos! À noite, sobretudo, parece-me que sua alma sente-se abatida pela tristeza. Lembra-se, paizinho, quando costumava tomar-me por confidente do que lhe acontecia? Agora, ainda que não me manifeste em palavras, Nosso Senhor me comunica, pondo em seu pensamento a sua imagem querida lutando contra a dor. Então sinto necessidade de lhe clamar com todas as forças de minha alma que lhe dê resignação.
Paizinho, quando sofrer ou quando estiver só, pensa que sua filha carmelita o acompanha e que ela tem consigo a Jesus. O pensamento que Jesus está com você yendo-o padecer o confortará, pois ele conta e recolhe os espinhos de seu caminho para trocá-los e transformá-los em pedras preciosas com as quais o coroará no céu. Que importa sofrer no desterro uns anos para merecer uma eterna felicidade? (27-7-1919).

JESUS O GOZO INFINITO

Parece-me um sonho a minha vida. Dois meses e, se Deus quiser, receberei o hábito. Que feliz me sinto só ao pensá-lo. Contudo, também me dá temor. Não tenho nenhuma virtude e estou cheia de defeitos; e levar o hábito da Santíssima Virgem assim, tão indignamente, me espanta.
Como é doce para a alma viver compenetrada, unificada pelo amor com Deus! Assim passa seu desterro a carmelita, amando, para que a morte a encontre convertida nele.
Tenho o ofício de sacristã. Arrumo o oratório e o noviciado que, apesar de ser pequeno, não deixa de tomar-me tempo, porque sou muito vagarosa.
3ª-feira, por ser dia de Sta. Marta, fomos nós, as noviças, substituir as irmãzinhas na cozinha. Não imagina como nos divertimos fazendo a comida. Ríamos ruidosamente ao ver que picávamos as cebolas chorando. Tudo, no Carmelo, se faz com alegria, porque em toda parte temos o nosso Jesus, que é nosso gozo infinito.
Viva em Deus pela fé. Respiremos o ambiente divino em que vivemos. Deus está em nós e em cada ser criado. Adoremos com fé. Tudo muda quando se olha a este Sol divino. Que a fé, mãezinha, seja a lente que ajude a ver o seu Criador. Uma alma com fé tem tudo, porque tem a Deus. Os sofrimentos se transformam com ela.
Vive abandonada à sua santa vontade (2-7-1919).

Nenhum comentário:

Postar um comentário