Busca no Blog

4 de junho de 2014

Pensamentos Consoladores de São Francisco de Sales.do

25/26 -  A madeira da verdadeira cruz.

Felizes os que sofrem as perseguições da justiça: esta bem aventurança, a última na categoria, é a primeira na estima, e considero-a como a suprema felicidade da vida presente. Os que são injustamente perseguidos tem mais semelhança com o Salvador e levam uma vida oculta com Jesus Cristo em Deus; parecem maus e são bons; parecem mortos e estão vivos; pobres e são ricos, tolos e são sábios, detestados pelos homens e benditos por Deus. As perseguições são parcelas da cruz de Nosso Senhor, e não podemos perder delas a menor porção.
Vi há tempos, uma rapariga que levava à cabeça um cântaro cheio de água e em cuja superfície colocara um pedaço de madeira. Perguntei-lhe para que, e ela me respondeu que era para a água não verter. Ora daqui por diante convém colocar a cruz no centro de nossas orações, para determos o movimento dos nossos afetos com esta madeira, afim de que não derramem em inquietações e turbações de espírito.
Sofrer é quase o único bem que neste mundo podemos praticar; porque raramente praticamos algum bem que lhe não juntemos o mal. Nosso Senhor nunca esta tão certo de nós como quando sofremos com paciência por seu amor. Vigia sempre sobre nós quando repousamos em seu seio e faz com que tiremos proveito das nossas tribulações.
É onde poderemos nós exercitar os grandes atos de invariável união do coração à vontade de Deus, da mortificação do nosso amor próprio, do amor da própria abjeção, em uma palavra, da nossa crucifixão, senão nestes rudes e perigosos assaltos? Não vos disse já muitas vezes que vos despojásseis de todas as criaturas, para vos unirdes a Jesus Cristo crucificado? Coragem pois; Deus é que quer despojar assim os nossos corações. Não é um rigor, é uma doçura. Animai-vos: contanto que o vosso coração se conserve fiel, não vos dará peso superior às vossas forças, e ajudar-vos-á a levá-lo, quando vir que vos abaixais para conduzirdes o feixe que vos entregar.
Bem aventurados os crucificados! Neste mundo a nossa herança é a cruz; mas no outro será a glória. Tudo passa. Após poucos dias desta vida mortal que nos faltam, virá a infinita eternidade. Pouco nos importa que tenhamos aqui comodidades ou não, contanto que sejamos felizes por toda a eternidade. Seja vossa consolação a eternidade santa que vos espera, e o serdes cristão, filho de Jesus Cristo e regenerado com o seu sangue, porque a nossa glória consiste em Jesus Cristo ter morrido por nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário