Busca no Blog

13 de fevereiro de 2021

 THESOURO DE PACIÊNCIA

SEGUNDO PASSO

DA PRISÃO DO SENHOR


MEDITAÇÃO I

Certificado o Senhor, que era vontade de Deus que Ele padecesse pelos homens, não esperou que os soldados o viessem prender no lugar da oração : levanta-se, sai-lhes ao encontro, e claramente lhes diz que Ele era a quem buscavam. Temia a morte como Homem verdadeiro, e buscava-a como verdadeiro filho de Deus, que não viera a este mundo senão a fazer a vontade de seu Eterno Pai. Toma, pois exemplo, alma aflita; toma exemplo do teu Deus, e resolve-te dentro de ti mesma a oferecer - te animosamente a todo e qualquer trabalho, e até á mesma morte, se vires que essa é a vontade do Senhor. Tu, alma, bem vês que és filha de Deus, e que não vieste a este mundo senão para fazer a vontade de teu Pai celestial : tu deves dizer de ti o que de si dizia Jesus Cristo : Eu não vim fazer a minha vontade, mas a vontade de meu Pai, que me mandou. Fecha, pois, os olhos a tudo quanto pode dizer o corpo ou o mundo ou o demônio; e ás cegas, atirando contigo para onde Deus te chama, dize com força a ti mesma: Deus quer isto de mim, pois seja. Esta é a vontade de Deus, pois também é a minha. E tem a certeza que, continuando a fazer estes atos, ainda que seja com violência, algum dia sentirás uma facilidade grandíssima em acometer por Deus qualquer perigo e entrar em qualquer trabalho por lhe fazer a vontade ; e gozarás de uma paciência e paz inalterável nas maiores aflições,

JACULATÓRIA. -

 Meu Deus, eu não vim a este mundo para fazer a minha vontade, mas somente a vossa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário