Busca no Blog

22 de dezembro de 2016

Tesouro de Exemplos - Parte 230

PARA EVITAR SACRILÉGIOS

Conta o P. Baeteman, conhecido escritor ascético, o seguinte caso ocorrido na retirada da Charleroi, durante a guerra européia (1914-1918). Um maçon, muito conhecido por suas ideias anticlericais, dirige-se à igreja em busca de abrigo e encontra-se com um ferido estendido no chão e banhado de sangue. O maçon, ao aproximar-se do ferido, ouve estas palavras: “Meu amigo, sou sacerdote e vou morrer. Vim me arrastando até aqui... queria chegar ao tabernáculo... para consumir as Hóstias consagradas e salvá-las dos sacrílegos atentados dos inimigos. Ai! vou morrer sem poder chegar ali... Por favor, comungue o senhor em meu lugar...”
O maçon ficou comovido; ajoelhou-se aos pés do sacerdote e pediu-lhe que o ouvisse de confissão. Em seguida, acercando-se do sacrário, consumiu devotamente as Hóstias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário