Busca no Blog

9 de setembro de 2016

Tesouro de Exemplos - Parte 176

E DEPOIS?...

Esta terra é um vale de lágrimas; e todos, mais cedo ou mais tarde, terão que carregar a cruz das tribulações, dos sofrimentos e dores.
Mas também há almas que, á primeira vista, parecem gozar sempre das doçuras do amor, de todos os encantos da vida... Sorriem-lhes as amizades, as riquezas afluem às suas mãos, os prazeres oferecem-lhes diariamente teatros, bailes, cinemas, jogos e todas as seduções da terra.
Pobres criaturas! sim, infelizes, se não pensarem na vida futura, se se esquecerem de sua salvação eterna.
Que as meninas, que me ouvem, escutem bem e jamais se esqueçam do seguinte exemplo.
Maria Cristina, que chegou a ser rainha de Saboia, sendo menina como vós, tomou um livro de piedade para ler e rezar.
As primeiras palavras que Maria Cristina leu naquele livro santo, que caíra em suas mãos, foram estas: “E depois?...” Era uma meditação em que se falava das alegrias da vida, da glória da vida, das riquezas, das honras, dos prazeres da vida. E depois de cada sentença aparecia a mesma tremenda pergunta: “E depois?...”
Aquela menina, que era muito boa e piedosa, mas um pouco inclinada á vaidade, ficou profundamente impressionada. Desde aquele dia, quando a vestiam de seda e enfeites, quando a levavam aos salões do palácio e todos a louvavam e elogiavam a sua rara beleza, ela, ao voltar para casa, caia de joelhos diante de uma imagem de Jesus crucificado e perguntava a si mesma: “E depois?...”
Quando ia aos teatros e bailes, e ali via tantos infelizes que só se preocupavam com os prazeres e vaidades da vida, a ela lhe parecia, mesmo antes de voltar para casa e no meio daquelas diversões mundanas, que diante de seus olhos se erguia aquele tremendo ponto de interrogação: “E depois?...”
Chegou a ser rainha de Saboia, mas no trono conservou a piedade de sua juventude. Todos os dias ouvia missa, fazia longas orações... e conservava como um tesouro precioso aquele livro em que pela primeira vez lera aquela palavra “E depois?...”, que tanto bem lhe fizera.
Um dia deixou-o, por esquecimento, sobre o seu genuflexório. Encontrou-o uma de suas donzelas, abriu-o com curiosidade e nele encontrou um papelzinho em que se liam estas palavras escritas pela própria rainha : “Dizem que sou bela, que sou jovem, que tenho muita saúde... “E depois?...” Dizem que sou amada, que tenho milhares de servidores que me adoram... “E depois?...” Serve e ama a Deus. Só assim terás tudo neste mundo e no outro”.
Assim estava escrito naquele papelzinho.
Meninas, tomai também um papel e escrevei estas mesmas palavras, e guardai-o como um tesouro no livro de piedade que deveis ler todos os dias... Meditai por alguns instantes e, ainda que não chegueis a ser rainhas, como Maria Cristina, sereis boas e santas e tereis o vosso trono... no céu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário