Busca no Blog

9 de dezembro de 2020

Milagres de Santo Antônio, durante a sua vida mortal - Primeira Parte - Capítulo IX

Como Santo Antônio fundou eremitério para os frades, em Brive no bispado de Limoges, e milagre que ali aconteceu

Como Santo Antônio viesse a Brive no bispado de Limoges, ali fundou eremiterio para os frades. Em gruta apartada fez a sua cela, e na rocha, ao pé, escavou uma fonte para receber as águas que da pedra escorriam. E ali vivia, em grande austeridade, vida contemplativa e solitária.

Ora, certa vez não tinha o cozinheiro que dar aos frades. E mandou então Santo Antônio pedir a dona sua devota lhe enviasse alguma hortaliça com que pudesse acudir aos religiosos seus súbditos.

Foi a dona ter com a criada, e com bons modos lhe dizia que fosse à horta numa pressa e trouxesse o que precisavam os frades para fazer a cozinha.

Era tempo de muita chuva, e por isso a rapariga de má catadura recebeu a ordem e armou logo em desculpas. Mas vencida pelos rogos da senhora, ao fim sempre se resolveu e foi colher as hortaliças e levou-as ao eremiterio dos frades que ficava bastante longe da vila.

E entretanto nunca cessou de chover nem um momento sequer. Mas, apesar disso, ela foi e veio com os vestidos enxutos, sem nada se ter molhado.

E, no regresso a casa, contou à senhora como sempre chovera a bom chover, e não obstante a chuva nem lhe tocara.

E Pedro de Brive, cônego de São Leonardo de Noblet e filho da dita dona, todo se comprazia em recontar o milagre que sua mãe lhe contara. Em honra de Santo Antônio. Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário