Busca no Blog

8 de dezembro de 2020

Milagres de Santo Antônio, durante a sua vida mortal - Primeira Parte - Capítulo VIII

Do milagre que fez Santo Antônio a uma mulher devota dos frades

Naquela terra vivia certa dona que, pela muita devoção que tinha aos frades, ela mesma por vezes lhes ia mercar as coisas necessárias. E aconteceu que, por isso, certa ocasião entrou em casa era já noite. E logo o marido, homem ciumento e indevoto, admoestou:

— E só agora vens da casa dos teus amigos?

E ela que respondeu:

— Sim, dos frades venho, aos quais muito estimo por amor de Deus. E por causa deles tardei tanto em vir.

E o marido, aceso em iras, agarrou-a pelos cabelos e tantos safanões deu de uma e outra parte, que lhe arrancou toda a cabeleira.

A dona apanhou os cabelos, e, alumiada pela Fé, colocou-os muito ordenadamente em cima do travesseiro e sobre eles deitou a cabeça. E, quando foi manhã, mandou recado a Santo Antônio a pedir viesse logo a sua casa, pois não se sentia bem.

E o Santo, julgando que talvez a dona se quisesse confessar, veio numa pressa. E, ao chegar, ela que lhe diz:

— Ó frei Antônio, vês quanto sofri por amor dos frades?

E contou-lhe o sucedido. E, cheia de confiança, a rematar acrescentou:

— Mas eu tenho a certeza que, se rogardes por mim a Deus, Ele me restituirá os cabelos como antes eram.

E tornou-lhe Santo Antônio:

— Ó mulher, e foi para isto que me obrigastes a vir cá?

E partindo-se, reuniu os frades e contou o que sucedera àquela devota, e também o que ela demandara. E ajuntou:

— Oremos, irmãos. Tenho confiança no Senhor, que há-de premiar a sua Fé.

E no ponto em que Santo Antônio se pôs a orar, logo os cabelos se pegaram na cabeça daquela dona e ficaram assim tal qual como de primeiro ela os tivera.

E quando veio o marido, mostrou-lhe a dona o que havia acontecido. E o marido, maravilhando-se e acatando a Deus, depôs toda a suspeita e ciúme, e dali em diante também ele se fez muito devoto e muito amigo dos frades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário