Busca no Blog

6 de dezembro de 2020

Milagres de Santo Antônio, durante a sua vida mortal - Primeira Parte - Capítulo VI

De um milagre que fez Santo Antônio com um noviço sendo Custódio de Limoges

No tempo em que Santo Antônio era Custódio de Limoges, certo noviço chamado Pedro andava em grande tentação de abandonar a Ordem. Por divina revelação soube do caso o servo de Deus; e porque tinha solícito cuidado da grei que lhe fora confiada, houve entranhável compaixão daquela ovelhinha errada. E, encendido pelo Espírito do Senhor, abriu a boca do noviço com suas próprias mãos e soprou-lhe dentro a dizer:

— Recebe o Espírito Santo!

E, foi coisa de maravilha! Tão depressa o moço sentiu em si o sopro do servo de Deus, quando caiu em terra como se fora morto. Mas erguendo-o Santo Antônio na presença dos frades que tinham acudido, logo recobrou os sentidos e se pôs a contar que fora arrebatado ao coro dos Anjos e vira os maravilhosos segredos do Céu.

E receando Santo Antônio que à sua pessoa atribuíssem o milagre e não ao poder de Deus, mandou ao noviço nada dissesse de quanto lhe havia sido revelado.

E, desde aquela hora, ao moço o deixou a tentação em que andava. E, segundo ele confessou, enquanto viveu nunca mais sentiu o aguilhão do mal. E, vestido com a virtude do Alto, perseverou em tão santo viver que foi, na Ordem, exemplo para os outros frades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário