Busca no Blog

25 de dezembro de 2020

Milagres de Santo Antônio, durante a sua vida mortal - Primeira Parte - Capítulo XVIII

CAPÍTULO XVIII

Como Santo Antônio preservou da morte um menino que caíra em caldeira de água a ferver

Chegou Santo Antônio a certa vila para pregar, ao tempo em que uma mulherzinha estava com o filho cerca da caldeira, ao pé do lume, a aquecer a água para o banho.

Tão nos ares ela ficou quando soube da chegada do Santo que, houvera de se dizer quase perdeu o tino.

Na pressa de ir ao sermão, pegou no filho, e, pensando deitá-lo no berço, meteu-o na caldeira, e desatou a correr a caminho da igreja.

No fim, ia para voltar a casa, perguntaram-lhe as vizinhas onde deixara o filho. E só então a pobre caiu em si e se acordou que deixara a criança ao pé do lume. E na aflição de que se poderia o filho ter queimado, começou de arrepelar-se e de carpir-se, chamando-se mofina e desgraçada. E numa corrida doida desarvorou para casa. Seguiram-na de perto, também receosas e aflitas, as pessoas que a ouviram.

Pois ao chegar a casa encontrou o menino dentro da caldeira a brincar com as bolhas da água que fervia em cachão.

E todos os que ali foram presentes, se maravilharam e com razão; e em grandes vozes louvaram a Deus e ao glorioso Santo Antônio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário