Busca no Blog

21 de março de 2018

Tesouro de Exemplos - Parte 465

“PERDI MEUS PECADOS!”

Um aluno das escolas de S. João Bosco preparava-se para fazer confissão geral. Para melhor lembrar-se de seus pecados, escreveu-os e depois perdeu a folha de papel. Chorando foi a procura de D. Bosco e disse-lhe:
— Padre, perdi meus pecados..
O Santo, que pouco antes encontrara o papel, replicou-lhe sorrindo:
— Você é feliz! Como já não tem pecados, irá para o céu. O rapaz, julgando que D. Bosco não entendera, acrescentou:
— Não é isso; o que perdi foi o papel em que os havia escrito, quando fiz o exame de consciência.
Consolou-o D. Bosco e entregou-lhe o escrito.
É bom saber que não há obrigação de escrever os pecados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário