Busca no Blog

6 de março de 2018

Retratos de Nossa Senhora, Juan Rey, S. J.,

RETRATOS DE NOSSA SENHORA

Nossa Senhora Mulher


Parte 4/6

Porém não cai só na conta da falta, compadece-se da vergonha que sofrerão os noivos, e nisso aparece também mulher perfeita, pois é uma nota característica do caráter feminino, a compaixão.
Uma mulher verdadeiramente feminina não pode ver ninguém a sofrer. Compadece-se e procura aliviar o sofrimento ainda que seja a custa de sacrifício próprio. Por isso há mais mulheres que homens nas casas de beneficência onde se executa a caridade.
Os homens malvados exploram esta bela qualidade da alma feminina. Faz-me pena. É a frase que sai continuamente dos lábios da mulher: faz-me pena.
Esta bem que tenhas pena, porém só daquilo que mereça a tua compaixão. Que tenhas pena dos doentes, dos pobres, e procures ajudá-los com obras de caridade, com essas mãos delicadas de anjo que Deus te deu; e deu-tas para isso. Que tenhas pena dos atribulados, dos que sofrem ma alma tristezas mais dolorosas que as dores corporais; que tenhas pena e procures aliviar essas tristezas com palavras consoladoras, que só um coração sensível e dedicado, como o que Deus te deu, pode inspirar.
Que tenhas pena dos seres mais desgraçados que são os pecadores, e faças obras de zelo para os salvar. Que tenhas pena dos seres extraviados que vão pelo caminho da perdição eterna; Talvez alguém da própria família; e para salvá-lo sacrifiques tudo, se for necessário a própria vida, pois de tudo é capaz o coração compassivo e sacrificado da mulher. Há raparigas que se encerram num convento de vida rigorosa para conseguirem a conversão de seus pais ou de alguém da família.
Quantos seres desgraçados merecem a compaixão do teu coração? Que tenhas pena de tudo o que entristecia o coração da Virgem Santíssima. Porém não tenhas pena do que não merece compaixão.
Não tenhas pena desse homem vicioso mesmo da tua família que gastou os seus haveres e talvez os dos filhos em folias, em vícios e em pecados e agora quer comover o teu coração, para arrancar-te também a ti o teu dinheiro e arrastar-te com ele à miséria.
Tem pena, sim, dos teus pecados, de que ele não esta arrependido; mas não tenhas pena dos seus vícios, nem o auxilies com dinheiro contribuindo assim para multiplicar as suas ofensas a Deus.
Não tenhas pena desse homem casado, que diz ser uma vitima, um incompreendido de sua mulher e te pede consolo, como? cometendo ele um adultério e tu o pecado mais horrendo, que destruirá toda a tua vida. Não tenhas pena do seu sofrimento, se é que de fato sofre, e não é ele o verdugo que faz sofrer, como sucede quase sempre. Tem pena da sua esposa a quem esta atraiçoando; e pensa o que sentirias se estivesses no seu lugar. Tem pena da alma desse desgraçado que vai para o inferno, e não o empurres para que vá mais depressa pela pendente abaixo. Tem pena da tua pobre alma que grita: Para aliviar as penas desse que diz sofrer atiras-me a mim para o inferno?
Sê caritativa, mas que comece a caridade pela tua pobre alma. Não tenhas pena desse jovem hipócrita que chama sofrimento ao ímpeto da sua paixão brutal que não é dominada e sim fomentada por toda a classe de pecados; e para remediar isso que ele chama sofrimento, pede-te que sacrifiques a tua honra e condenes a tua alma. Tem pena do pecado que ele cometeria contigo e do qual tu serias responsável. Tem pena de excitar ainda mais a sua paixão com esse pecado que poderias cometer com ele. Tem pena de teus bons pais que se esmeraram tanto em educar-te bem; e irias tornar nulos todos os seus cuidados com uma ação abominável. Tem pena de teus pais, pensando o que sofreriam, se algum dia chegassem a conhecer a tua conduta. Tem pena de teus filhos, se Deus tos der, que sofreriam a desonra de ter tido por mãe uma mulher que se portou indignamente na sua juventude. Tem pena de ti, que vais perder o mais belo, o mais precioso que pode ter uma mulher: a pureza, a honra. Tem pena de ti, que devendo ser um anjo, vais tornar-te um ser desprezível aos olhos de Deus e aos olhos dos homens.
assim serás a mulher perfeita como a Santíssima Virgem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário