Busca no Blog

4 de fevereiro de 2017

Dom Columba Marmion - Jesus Cristo nos seus mistérios.

X

 BATISMO E TENTAÇÃO DE JESUS
 Quaresma


 Nos diferentes mistérios de N. S. Jesus Cristo na terra, a Sabedoria eterna dispôs de tal modo os acontecimentos, que as humilhações do Verbo Incarnado são sempre realçadas por uma revelação da Sua Divindade; Jesus Cristo aparece-nos assim tanto na verdade da Sua natureza divina como na realidade da sua condição humana.
 A razão profunda desta economia celeste é ajudar e ao mesmo tempo exercitar a nossa fé, fundamento de toda a vida sobrenatural. Os assombrosos aniquilamentos em que o amor sepulta Jesus Cristo dão merecimento à fé; a manifestação das prerrogativas divinas serve-lhe de apoio.
Os mistérios do nascimento e da infância de Jesus são marcados por esses contrastes de sombra e de luz que tornam a nossa fé «racional», deixando-a ao mesmo tempo livre. O mesmo se dará na vida pública, e a tal ponto que os judeus disputarão encarniçadamente a respeito da personalidade de Jesus Cristo; a uns aparecera apenas como filho dum operário de Nazaré, ao passo que, para outros, não pode ser senão o enviado do Altíssimo, anunciado por todos os profetas, para iluminar e salvar o mundo.
 Vamos tornar a encontrar esta economia sobrenatural nos acontecimentos com que Jesus Cristo, depois de trinta anos de existência oculta, enceta a Sua vida pública: o batismo recebido de João, o Precursor, nas águas do Jordão, e a tentação no deserto.
 Contemplemos Jesus nestes dois mistérios estreitamente unidos. Veremos quão admirável é a Sabedoria infinita nos Seus pensamentos, e até que ponto Jesus Cristo, nosso modelo, quer preceder-nos no caminho que devemos seguir para Lhe sermos semelhantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário