10 de junho de 2016

Tesouro de Exemplos - Parte 130

MÚSICA DO PARAÍSO

1. Lé-se na vida de Madre Maria de Jesus que ela, com permissão de seu Diretor, confeccionara uma quantidade de disciplinas, cilícios e cintos de penitência, dos quais se servia com tal discrição, que nunca ninguém o descobrira. Uma noite, porém, flagelou-se com tanta violência, que uma irmã ouviu o rumor de seu quarto vizinho, e logo compreendeu de que se tratava, pois também essa piedosa jovem conhecia praticamente a disciplina.
2. Das filhas de Carlos Emanuel I de Saboia, as princesas Maria e Catarina, conta-se que a miúdo se flagelavam com espantosas disciplinas.
O que mais se deve admirar, entretanto, é que o rei, tendo noticia disso, não só não lhes proibiu, mas até o aprovou. Um dia, passando junto ao quarto das filhas e ouvindo os golpes da disciplina, disse aos que o acompanhavam: “Estais ouvindo esta música? Esta é a melodia que mais agrada as minhas filhas. Música verdadeiramente do Paraíso, porque feita de suspiros, com batutas de flagelos, forma notas de sangue e abre as portas do céu”.

Um comentário:

  1. As paixões mundanas nos depreciam e nos afastam do paraíso, porém, o zelo pelas coisas de Deus e o desprezo do mundo nos leva à vida.

    ResponderExcluir