Busca no Blog

11 de janeiro de 2019

Tesouro de Exemplos - Parte 573

REZO MINHA ORAÇÃO DA NOITE

A Companhia Teatro-Sakai precisava de um tocador de alaúde ou guitarra, que percorresse com ela as cidades do Japão. Arai, estudante de medicina e guitarrista apaixonado, deixou-se engajar, abandonando temporariamente os estudos. Não era a primeira vez que a guitarra o desviava das ocupações sérias, pois, por causa dela, começara a deixar de ir a missa aos domingos. Contudo, nunca omitia as orações pela manhã e a noite.
Após uma representação na cidade de Hakodate, no norte do Japão, embora muito cansado, ajoelhou-se Arai no canto do quarto, onde estava alojado, tirando da maleta seu manual de orações, começou a sua oração da noite. Quando menos esperava, surpreendeu-o seu patrão Sakai. O diretor da Companhia perguntou-lhe:
— Que estás a fazer ai?
— Estou rezando as orações da noite.
— Deixa-me ver esse livro... És católico?
— Sim, senhor; sou católico.
— Eu também sou, — disse Sakai.
E daquele dia em diante Arai e seu chefe, que há muito não praticava a religião, rezavam juntos a oração da noite e tornaram-se de novo cristãos fervorosos. Hoje, Arai está com 40 anos de idade; é cirurgião dentista. A guitarra, depois de ter servido para a conversão de Sakai, está pendurada na sala de espera, como recordação de tempos idos. Arai não quis tocar mais esse instrumento, que o apaixonara na mocidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário