Busca no Blog

4 de janeiro de 2019

Tesouro de Exemplos - Parte 570


UM SACO DE PEDRAS

Um rico comerciante fizera casar a filha única e dera-lhe tudo que possuía. Não passou muito tempo e começou a ser injuriado e maltratado pela filha e pelo genro, chegando a passar fome. A essa altura viu-se obrigado a contar a um amigo o seu infortúnio e a pedir que lhe emprestasse por três dias uma boa soma em moedas. Entrando em seu quarto, pôs a tilintar todo aquele dinheiro, assim que a filha o pudesse ouvir. Pediu-lhe, depois, que mandasse chamar um tabelião porque queria constituí-la herdeira de mais aquela fortuna. Assim se fez, e, dali em diante, o genro e a filha cercaram de cuidados o velho, o qual,secretamente, devolveu o dinheiro ao amigo e encerrou no cofre um saco de pedras. Após a sua morte abriram o cofre e encontraram os calhaus acompanhados deste bilhete: “Pedras para lapidar, todo aquele que, antes da morte, faz entrega de seus bens”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário