Busca no Blog

12 de janeiro de 2019

A .Alma de Todo Apostolado, J. B. Chautard,

A Alma de Todo Apostolado

J. B. Chautard

Parte 2/2
Assim é que, na nossa época, vemos oporem-se a males de singular gravidade, uma multidão de obras, que ontem ainda mal se conheciam: catecismos de preparação para a primeira comunhão, catecismos de perseverança, catecismos para as crianças abandonadas, congregações, confrarias, reuniões e retiros para homens e moços, para senhoras e donzelas, apostolado da oração, apostolado da caridade, ligas para o repouso dominical, patronatos, círculos católicos, obras militares, escolas livres, boa imprensa, etc, enfim todas as formas de apostolado, suscitadas por esse espírito que inflamava a alma de um São Paulo; Ego autem libentíssime impendam et superimpendar ipse pro animabus vestris, e que deseja espargir por toda parte os benefícios do sangue de Jesus Cristo.
Oxalá estas humildes páginas aproveitem aos soldados que, inteiramente cheios de zelo e de ardor pela sua nobre missão, se expõem, precisamente, por causa da atividade que desenvolvem, ao perigo de não serem, antes de tudo, homens de vida interior, e que, se um dia fossem por esse motivo punidos, tanto com maus êxitos aparentemente inexplicáveis, como com graves danos espirituais, poderiam ser tentados a abandonar a luta e a voltar desanimados para a tenda.
Os pensamentos desenvolvidos neste livro a nós mesmo nos auxiliariam na luta contra a exteriorização pelas obras. Oxalá possam eles evitar a alguns esses desgostos, e guiar melhor a sua coragem, mostrando-lhes que o Deus das obras jamais deve ser abandonado pelas obras de Deus e que o: Vae mihi si non evangelizavero não nos outorga o direito de olvidar o: Quid prodest homini si mundum universum lucretur, anime detrimentum patiatur.
Os pais e mães de família para quem a "Introdução à vida devota" não é livro antiquado, os esposos cristãos, que se consideram um para com o outro obrigados a um apostolado que ao mesmo tempo exercem sobre os seus filhos para os formar no amor e na imitação do Salvador, podem também facilmente aplicar a si os ensinamentos dados por estas páginas modestas. Oxalá eles compreendam melhor a necessidade de uma vida, tão piedosa quanto interior, para tornarem eficaz o seu zelo e perfumarem o seu lar com o espírito de Jesus Cristo e dessa paz inalterável que, malgrado as provações, há de ser sempre o apanágio das famílias profundamente cristãs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário