Busca no Blog

29 de janeiro de 2018

Tesouro de Exemplos - Parte 443

CHORO A MORTE DE TUA ALMA

A Beata Madalena Albrizzi recebeu certo dia a visita de um parente seu que levava vida escandalosa. Logo que o viu, a serva de Deus começou a chorar. Aquele senhor, à vista da inesperada recepção, perguntou-lhe por que chorava.
— Choro a tua morte — respondeu ela.
— Não estou morto; estou muito vivo e muito são; e não creio ter inimigos que me procurem matar.
A Beata Madalena continuava, porém, a soluçar, dando como simples resposta:
— Choro a morte de tua alma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário