Busca no Blog

11 de maio de 2015

Comungai Bem. Padre Luiz Chiavarino.

Pe. Luiz Chiavarino


COMUNGAI BEM!

Necessidade da veste nupcial
Excelência da Comunhão
Muitos fatos e exemplos




Edições Paulinas

R. Major Maragliano, 287 — São Paulo —Caixa 8.107
RIO — FORTALEZA — PORTO ALECRE —
PELOTAS — CAXIAS DO SUL — CURITIBA —
BELO HORIZONTE RECIFE

Nihil obstat
Pe. Celeste Lenta
Sancti Pauli, 30 Junii, 1947
Imprimatur
Mons. Manuel Meireles Freire
Sancti Pauli, 30 Junii, 1947
http://alexandriacatolica.blogspot.com.br


A RAZÃO DESTA

O bom acolhimento dado ao meu primeiro livro “Confessai-vos bem” e, sobretudo o grande número de edições que alcançou em breve lapso de tempo, me induziram a escrever também este outro com o título de "Comungai bem". Grande foi minha vacilação, ou melhor, a luta que se travou no meu ser, diante do perigo de diminuir ainda que uma só comunhão de quem folheasse esta obra. Considerando, porém, que toda máquina, por mais perfeita que seja, precisa de um freio para evitar eventuais desastres e que este livro seria um poderoso freio para impedir a mais tremenda das desgraças espirituais que é o sacrilégio na comunhão, disse de mim para mim: Escrevamo-lo em nome de Deus.
Portanto, sem minguar em nada a corrente maravilhosa e providencial das comunhões frequentes e diárias, e antes ainda, repetindo a todos: comungai, comungai... , ouso clamar com mais força ainda: comungai bem.
Aquele Senhor do Evangelho que convidou e forçou a todos para participarem do seu banquete, é o mesmo que exigiu de cada um dos convivas que revestido com a veste nupcial, e que expulsou para as trevas exteriores aquele que dela se achava privado.
Também este, como o “Confessai-vos bem!”, está escrito em forma de diálogo, por ser a forma mais popular e mais acessível a todas as inteligências. Como o outro, acha-se enriquecido de muitos fatos e exemplos que são os que mais convencem, comovem, arrastam e produzem frutos duradouros, ao mesmo tempo que tornam a leitura atraente e agradável.
Lede e ficareis convencidos de sua necessidade. Deus vos abençoe.

O Autor

Nenhum comentário:

Postar um comentário