Busca no Blog

17 de novembro de 2021

A Humilde Santa Bernadette - Colette Yver

A HIPNOSE MÍSTICA DAS TURBAS

Mas, dirá alguém, então não conhecem a hipnose mística das multidões?
Respondemos: meditem-se os seguintes casos.
O conhecidíssimo belga, De Rudder, de quem se fala ainda Europa a fora, cuja perna esmagada pela queda de uma árvore desajeitadamente derribada sobre ele, guardara durante oito anos dupla fratura da tíbia e do perônio, com falta de parte do osso que fora extrair, mais uma chaga constantemente ulcerada - ficou num segundo, "como de um tiro de espingarda" (a expressão é dele) curado, sem ficar vestígio algum do seu coxear, não em Lourdes, mas sim em Ovstackers, perto de Gand, diante de uma imitação da Gruta de Lourdes, onde vinham romeiros. Foi curado enquanto sossegadamente rogava a Deus lhe perdoasse os pecados e lhe desse jeito ao menos para ganhar o sustento.
Vion Dury, cego, havia já sete anos, pelo deslocamento das duas retinas, sarou em 1890, aplicando-lhe água de Lourdes no hospital do Confort, junto de Bellegarde (Ain).
Catarina Lapeyre acometida de horroroso câncer na língua que lhe pendia da boca, ficou boa, radicalmente
e sem recaída, após uma novena de preces a Nossa Senhora de Lourdes, rezada em seu quarto, na rua Sant'Ana, n. 2, em Tolosa, no ano 1889.
E tantos outros prodígios operados por Lourdes, mas em lugares afastados e que não posso citar embora
sejam às vezes dos mais deslumbrantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário