Busca no Blog

4 de fevereiro de 2015

No Céu nos Reconheceremos.

O R A Ç Õ E S

Para tornarmos a ver no Céu as pessoas que nos são queridas.

I

Oração à Santíssima e adorável Trindade.

Um só Deus em três Pessoas que se conhecem e se amam, fizestes-nos à vossa imagem, dando-nos o conhecimento e o amor, com o vivo desejo de sermos sempre unidos. Não permitais que este traço de semelhança convosco seja destruído pela morte, em nenhuma daquelas pessoas que tenho conhecido e amado neste mundo. E, visto que vos dignastes unir-nos pelos laços da família, e nos permitistes ligar-mo-nos ainda por uma estreita amizade, não consintais que tudo quanto tendes unido jamais se separe! Não fizestes esperar ao velho Tobias, que os filhos de Jerusalém se reuniriam junto de Vós? (Tob., XIII, 17). Não tendes por agradável que o sacerdote vos suplique, no santo altar, que lhe façais ver seu pai e sua mãe nos esplendores da glória? Não desvieis de mim a vossa divina face, mas ouvi a minha prece, quando vos suplico com todo o fervor de que sou capaz, que me concedais também a graça de tornar a ver no Paraíso todos aqueles que me foram queridos na terra, particularmente a alma de N... que amo sempre ternamente. Espírito de luz e de amor, consolador por excelência, Vós que sois a cadeia unitiva do Pai e do Filho, e que unistes os nossos corações, derramando sobre eles a caridade, dignai-vos fazer conhecer a essa alma cuja ausência me é tão dolorosa, quanto desejo unir-me a ela, quanto a amo ainda, que sacrifícios estou pronto a fazer para apressar a sua entrada no lugar de refrigério e de paz, para eu mesmo entrar aí após ela, de sorte que, por uma indissolúvel união, não façamos senão um coração e uma alma para vos amar e bendizer, com o Pai e o Filho, por todos os séculos dos séculos.
 Assim seja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário