Busca no Blog

4 de novembro de 2018

Retratos de Nossa Senhora, Juan Rey, S. J.,

RETRATOS DE NOSSA SENHORA

O Corpo da Virgem Santíssima


Parte 2/6

A Virgem Santíssima como mãe dos homens convinha que sofresse também.
A auréola mais gloriosa que circunda a fronte de uma mãe é o sofrimento. Tirai a uma mãe a dor e ter-lhe-eis tirado a sua maior beleza. Se a Virgem Santíssima não tivesse sofrido, tinha perdido para nós um dos seus maiores encantos. "É nossa mãe; mas não é como nós" - teríamos dito decepcionados. "Não sofria, como nós sofremos".
A Virgem Imaculada tem para nós encantos; mas mais tem a Nossa Mãe dolorosa. 
A dor torna uma mãe merecedora do amor de seus filhos.
Porque é que os filhos amam tanto as mães? Porque conhecem o que sofreram por eles.
Porque é que alguns filhos de agora amam menos suas mães do que os de antes? Porque algumas mães de agora procuram sofrer o menos possível pelos seus filhos e por conseguinte são menos merecedoras do seu amor.
Porque amamos tanto a Virgem Santíssima? Porque os seus dons naturais e sobrenaturais são dignos de serem amados, é verdade; mas, mais que por isso, amamo-la pelo que sofreu por nós durante toda a sua vida e sobretudo aos pés da Cruz.
A própria Santíssima Virgem não nos amaria tanto, se não lhe tivéssemos custado tanto. Para que Maria nos amasse mais ardentemente, convinha que sofresse por nós.
Convinha também que a Virgem Santíssima padecesse para que se compadecesse das nossas dores e procurasse remediá-las. É um fato que nos compadecemos mais das dores alheias, quando nós próprios as experimentamos. "Eu sei bem o que isso é", costumamos dizer quando alguém padece duma doença que nós mesmos já sofremos e compadecemo-nos do que sofre o que nós já experimentamos.
É uma das razões que alega São Paulo para que confiemos na intercessão de Jesus Cristo: "temos um Pontífice que experimentou as nossas misérias".
De maneira semelhante podemos nós dizer: temos uma mãe que experimentou as nossas próprias dores; por isso compadecer-se-á delas e procurará remediá-las.
O mundo é um vale de lágrimas e os olhos rasos de lágrimas buscam alguém com quem compartilhar a sua dor.
Por isso vereis tantas pessoas ajoelhadas aos pés de Nossa Senhora das Dores. Essas pessoas estão a dizer à Santíssima Virgem: "Vós, que compreendeis as dores, tende compaixão das minhas".

Nenhum comentário:

Postar um comentário