Busca no Blog

29 de novembro de 2018

Retratos de Nossa Senhora, Juan Rey, S. J.

RETRATOS DE NOSSA SENHORA

O Vestido da Virgem Santíssima


Parte 5/5

Não te vou dar normas concretas sobre os vestidos. Dão-nas os Prelados nas suas respectivas dioceses. Observai-as com esmero. Observá-las-ás, se puseres em prática estes últimos conselhos.
Põe na tua alma muito fundo o santo temor de Deus, pensa que a imodéstia é um pecado de escândalo: pecas tu e fazes pecar os outros.
Recorda as terríveis ameaças de Jesus Cristo aos escandalosos: "Ai do escandaloso! mais lhe valia que lhe atassem uma mó ao pescoço e o atirassem ao mar".
Pensa que têm que se desfazer de alguma maneira os efeitos do escândalo e que à hora da morte é difícil desfazê-los. 
Acumula muita virtude na tua alma, porque tens que sustentar uma luta heroica para não te deixares arrastar pela moda e para seres superior aos respeitos humanos.
Cultiva com carinho a virtude da pureza; porque dessa raiz brotará para o exterior a flor da modéstia.
Veste conforme a tua posição social; não pretendas aparentar mais do que és, porque isso é orgulho e acarreta transtornos econômicos à tua família.
Põe nos teus vestidos um pouco de austeridade cristã, cortando por luxos que não puderes suportar economicamente. Dentro da tua posição social veste com elegância, com bom gosto. Nada de desalinho. Nada de esquisitices que tornam a virtude antipática. 
Dirás: E não posso seguir a moda? Sim, podes seguir a moda, enquanto não passar os limites da lei de Deus. A moda e a modéstia deviam andar sempre juntas, como boas irmãs. Até o seu nome é parecido: moda, modéstia. Derivam da mesma raiz latina: modus.
Mas que acontece? Que chega um momento em que a moda diz: vou impor um vestido escandaloso.
Então a modéstia diz: por aí não te posso acompanhar. As duas irmãs discutem, separam-se e a moda vai-se com a imodéstia. Que deve fazer então a jovem cristã? Deve dizer a moda: Eu sou amiga da modéstia. E não quero perder tão boa companhia.
Quero estar sempre com ela. Enquanto a acompanhares, eu acompanho-te. Quando a deixares e te fores com a imodéstia, eu também te deixarei.
A moda replicar-te-á:
 - Rir-se-ão todas de ti.
- Não me importa que ao passar se riam de mim, se Deus e a Santíssima Virgem estiverem contentes comigo.
- As amigas deixar-te-ão.
- Não me importa que as minhas amigas me deixem se tenho a Deus por Pai e à Virgem Santíssima por Mãe e aos anjos e aos santos por irmãos. Nem tão  pouco me faltarão jovens boas que pensem como eu.
"Uma jovem cristã - diz S. S. Pio XII - pode ser moderna, culta, desportiva, cheia de graça, de naturalidade e distinção, sem se submeter à vulgaridade duma moda malsã".
Com estas ideias muito claras na alma, quando fores fazer um vestido, dirige a ti mesma estas perguntas:
Com este vestido poderá escandalizar-se alguma pessoa e pecar? E se paca, como desfarei eu este escândalo? E se alguma alma se condena por minha culpa, salvar-me-ia eu? Com esse vestido posso morrer de repente. Se Jesus Cristo me julgasse, estando eu assim, receber-me-ia no céu?
Se pertences a alguma Congregação, vai à capelinha da Congregação, ajoelha-te aos pés da Santíssima Virgem à qual te consagraste total e plenamente e pergunta-lhe: Minha Mãe, ficais contente se eu fizer este vestido assim? Há nele alguma coisa que não te agrade?
Pergunta também à imagem da Santíssima Virgem que figura na tua medalha, nessa medalha que usas com santo orgulho sobre o teu coração, pergunta-lhe: gostarás que te coloque sobre este vestido?
Jovem, a modéstia impõe-te sacrifícios heroicos; mas recorda-te do que disse Jesus Cristo: os que lutam com valentia, arrebatam o reino dos céus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário