Busca no Blog

17 de outubro de 2018

Retratos de Nossa Senhora, Juan Rey, S. J.,

RETRATOS DE NOSSA SENHORA

O Pudor, Esplendor da Beleza Corporal


Parte 5/8

O pudor é salvaguarda da pureza e ao mesmo tempo é o brotar da própria pureza; porque a alma, quanto mais pura, mais delicado tem o instinto do pudor.
Deus escolheu São Estanislau Kostka para ideal de pureza dos jovens; e que pudor tão sensível colocou na sua alma! É ainda criança, vive num ambiente de candor e inocência; mas se ouve uma palavra menos recatada, as suas faces tingem-se de rubor, ergue os olhos ao céu e cai desmaiado.
Tende cuidado, diz seu pai o senador da Polônia, às numerosas visitas que acodem ao seu palácio; sede recatados no falar, porque meu filho Estanislau desmaia se ouve alguma palavra indecorosa.
Deus destinou Santa Teresa do Menino Jesus para espelho de pureza das jovens modernas. E que pudor virginal colocou na sua alma! Olhai para os retratos que dela temos: o candor do seu rosto, o recato dos seus modos, a modéstia dos seus vestidos. Reparai no retrato que as professoras fizeram dela colegial: "Menina encantadora pela sua sensatez, com reflexos de pureza angélica, que lhe davam uma expressão celestial."
Reparai no retrato que da noviça fez a sua mestra: "Havia nela algo que inspirava respeito e parecia dizer: não me toquem".
Reparai enfim, no retrato que Sua Santidade Pio XI faz da Santa: "Teresa foi uma donzela muito semelhante aos anjos, pelo candor de sua alma e mesmo pelo seu aspecto exterior".

Nenhum comentário:

Postar um comentário