Busca no Blog

21 de maio de 2018

Retratos de Nossa Senhora, Juan Rey, S. J.,

RETRATOS DE NOSSA SENHORA

Livre de Pecado Pessoal


Parte 5/5

Bem aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus, disse Jesus Cristo.
Quem não deseja ver a Deus? Desejamos vê-lo nesta vida; não precisamente com visões sobrenaturais, desejamos vê-lo na oração com a luz da fé, desejamos tratá-lo com intimidade. Pois, nada impede tanto o trato com Deus como a sujidade da alma. Quando ides por um caminho poeirento e se levanta um torvelinho e vos cega com o pó, nada podeis ver, nem sequer podeis dar um passo. Caminho poeirento é a vida, e mais poeirento ainda a juventude. O torvelinho das paixões levanta nuvens de tentações que cegam a alma com os pecados. Essa alma cega não pode ver a Deus, não pode tratar com ele, não pode avançar no caminho da virtude.
Queixas-te de que na oração não pensas em Deus, não sentes a Deus; pode bem ser uma prova que o mesmo Deus te envie, porém examina bem a tua consciência e vê se o que te cega é o pó dos teus pecados. Quanto mais Deus se quer unir com almas e manifestar-se a elas, mais as purifica das suas imperfeições.
Desejamos ver a Deus nesta vida, mas desejamos sobretudo vê-lo na outra. Ah! pois no céu não pode entrar nada manchado, Deus não aceita na sua presença uma alma que tenha a mais ligeira falta.
Deus diz aos seus anjos: as almas que estejam manchadas limpem-se antes de se apresentarem diante de mim.
Se a mancha é tão grave que não se pode tirar, que nunca entrem no céu. É a sorte das almas que saem deste mundo em pecado mortal. Se a mancha se pode tirar, que a tirem, ainda que para isso seja necessário afogar essa alma num mar de fogo. É a sorte das almas que saem deste mundo com peados veniais e se estão purificando no purgatório.
Jovem, põe o cuidado, sim, em tratar do teu corpo, porém põe maior cuidado em tratar e limpar a tua alma. De contrário, serás como uma maçã muito linda no exterior, mas interiormente carcomida pelo bicho; serás como um ataúde forrado de seda por fora e, se quiseres, com adornos de prata e de ouro, porém dentro de um cadáver hediondo e com mau cheiro.
Farás assim, se procuras agradar a Deus mais do que aos homens; pois os homens vêem o exterior e Deus vê as almas.  Que se possa dizer de ti algo semelhante ao que se canta da Virgem Santíssima: 
"Tota pulchra". És toda formosa.
Formosa no corpo; porém incomparavelmente mais formosa na alma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário