Busca no Blog

19 de maio de 2018

Retratos de Nossa Senhora, Juan Rey, S. J.,

RETRATOS DE NOSSA SENHORA

Livre de Pecado Pessoal


Parte 4/5

Diante deste modelo de pureza direis talvez desalentos: nisso não podemos imitar a Virgem Santíssima. É verdade que não a podes imitar completamente. Tens a concupiscência, tens as sugestões do mundo que te incitam a pecar, e a Santíssima Virgem não teve nada disso. Sem um privilégio especial de Deus, recairá em ti a definição dogmática do Concílio Tridentino: ninguém pode evitar durante toda a vida todos os pecados ainda os veniais. Não poderás evitar todos os pecados, mas podes evitar muitíssimos, e deves evitá-los, deves procurar a maior limpeza da tua alma. Ela também esta destinada a ser casa de Deus. O mesmo Jesus Cristo que habitou no seio da Santíssima Virgem vem com frequência ao teu coração, sempre que recebes a eucaristia.
Que não és impecável . . .
Porém podes empregar os mesmos meios que livraram a Santíssima Virgem do pecado. Podes conhecer intimamente a Deus pensando mais n'Ele e pensando menos nas vaidades do mundo. Não conheces a bondade de Deus, porque todos os teus pensamentos estão absorvidos pelas vaidades da terra. E como não conheces a Deus, abandona-lo por um momento de prazer, por um pouco de divertimento e pecas. Como não conheces a Deus, também não o amas, amas muito mais os objetos e as pessoas que são apreendidos pelos sentidos, e a quem mais se ama, a esse se serve, ainda que servindo-o desobedeças a Deus e o ofendas.
Diz a Escritura: "Lembra-te das coisas últimas que te acontecerão e não pecarás mais". Lembra-te da morte e do inferno, e sobretudo lembra-te do céu, lembra-te de Deus e evitarás o pecado. E se, apesar dos teus esforços, alguma vez pecares, limpa quanto antes a tua alma. Não há nada que cause mais repulsa que uma casa suja. Quando entras num aposento que há muito não é limpo, costumas dizer: aqui há pó de todas as idades. Assim são muitas almas; nelas há pecados de todas as idades: pecados da infância e da juventude e da idade madura; porque nunca se dispuseram a fazer uma boa confissão, porque nunca se arrependeram sinceramente das suas culpas, embora se tenham confessado muitas vezes. Como estas almas se parecem pouco com a da Santíssima Virgem!
Quanto tempo demoram em limpar a alma com a confissão algumas pessoas? Um mês, vários meses, muitos anos.
Se não manchassem a alma . . . Porém com a alma suja sucede o mesmo que com a casa. Quando uma casa esta muito limpa, tem-se muito cuidado ao entrar para não a sujar. Quando uma casa esta muito suja, não se tem cuidado ao entrar nela, entra-se mesmo com os pés cheios de lama.
Por que caminhos tão lamacentos andam tantas raparigas: por ruas escuras e enlameadas, pelos cinemas escuros e cheios de lodo, pelos salões de baile cheios de lodo, por vezes iluminados e outras vezes a meia luz! . . . E como essas raparigas têm a alma escura, também já não lhes importa evitar um pecado; têm tantos na alma que dizem: mais um menos um, que importa?
As almas cuidadosas limpam a sua alma todos os dias. Quer dizer que se devem confessar todos os dias? Não; porém examinam diariamente a sua consciência e procuram a poeira que caiu na alma, poeira de faltas veniais, e limpam esse pó com o arrependimento. Nas casas faz-se de vez em quando uma limpeza maior; esfregam-se melhor todos os andares; e examinam-se os cantos mais escondidos.
A isso equivale a confissão geral que as almas espirituais fazem de quando em quando, por ocasião de uma festa, no fim do ano ou em tempo de exercícios espirituais. 
Quando se espera um hóspede de distinção, dá-se uma vista de olhos às habitações a ver se tudo esta limpo e em ordem. É o que fazem as almas fervorosas antes de receber o hóspede divino, Jesus Cristo. Com atos eternos de arrependimento põem em ordem a alma, antes que entre nela o rei da glória.

Nenhum comentário:

Postar um comentário