Busca no Blog

16 de dezembro de 2015

Tesouro de Exemplos - Parte 23

UM SERMÃO OUVIDO DE LONGE

Conta o escritor Súrio que, estando S. Antonio a pregar em certa cidade, uma devota senhora, que morava distante, tinha imenso desejo de ouvir as pregações do Santo.
O marido, homem perverso, não lho permitia de modo algum. Ouvindo que, devido á multidão de povo, o Santo iria pregar fora da cidade em campo aberto, a boa senhora, aflita e desconsolada, subiu ao terraço da casa para olhar, ao menos de longe, o lugar onde o Santo pregava.
Coisa admirável! Apesar, da grande distância a voz do pregador chegava-lhe aos ouvidos forte e distinta, como se o púlpito estivesse ali mesmo. Admiradíssima chamou o marido, o qual, reconhecendo naquele acontecimento o dedo de Deus, entrou em si, converteu-se sinceramente, e foi dali em diante um ouvinte assíduo da palavra de Deus.
E assim recompensou Nosso Senhor a fé e o amor que aquela senhora demonstrava pela palavra divina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário