Busca no Blog

14 de novembro de 2020

Um Beijo de Amor - Santa Teresinha

Raiou, enfim, o "mais belo de todos os dias". Quão inefáveis são as recordações que na alma me deixaram as mínimas circunstâncias desta data do Céu!... Ah! como foi afetuoso o primeiro ósculo de Jesus à minha alma!...

Foi um ósculo de amor. Sentia-me amada, e de minha parte dizia: "Amo-vos, entrego-me a vós para sempre". Não houve pedidos, lutas, sacrifícios; desde há muito Jesus e a pobre Teresinha tem se olhado e compreendido. Naquele dia não era mais um olhar, mas uma fusão; não éramos mais dois, Teresa desaparecera como uma gota de água que se perde no seio do oceano. Ficava só Jesus, ele era o Mestre, o Rei!

Nenhum comentário:

Postar um comentário