Busca no Blog

3 de maio de 2020

No Cume do Calvário - Santa Teresinha

Tu nos amas, Maria, como Jesus nos ama, e consentes, por nós, dele se afastar. Amar é dar tudo e dar-se a si mesma: tu quiseste prová-lo e nosso apoio ficar. O Salvador conhecia tua imensa ternura, sabia os segredos de teu coração maternal... Refúgio dos pecadores, é a ti que ele nos deixa, quando abandona a cruz pela Pátria eterna! Tu me apareces, Maria, no cume do Calvário como um sacerdote no altar: de pé junto à Cruz, oferecendo, para a justiça do Pai aplacar, o doce Emanuel, o bem-amado Jesus. Um profeta o disse, ó Mãe desolada: "Não há dor semelhante à tua acerba dor". Ó Rainha dos mártires, ficando exilada, tu esgotas por nós o sangue do teu amor!

Nenhum comentário:

Postar um comentário