Busca no Blog

22 de dezembro de 2018

Tesouro de Exemplos - Parte 565

UMA VINGANÇA CRUEL

Dionisio, tirano de Siracusa, tinha um ódio implacável a seu genro Dion. Para se vingar concebeu a ideia de chamar para a côrte o filho de Dion, o qual, acreditando ser aquele um ato de benevolência, deixou partir o filho. Dionisio deu ordem para que se fizessem todas as vontades e caprichos do menino e deixá-lo a vontade. Assim se fez e bem depressa o rapaz se tornou um libertino. Para cumulo, elogiava-lhe os crimes, precipitando-se ele nos maiores excessos. Quando Donísio viu o rapaz perdido, quanto desejava, mandou-o de volta ao pai, que logo percebeu a que estado fora reduzido o filho. Ficou desesperado. Confiou-o imediatamente a ótimos educadores, mas tudo foi inútil; não querendo corrigir-se nem submeter-se, o desgraçado jovem preferiu precipitar-se do alto da casa, morrendo instantaneamente.
Os grandes inimigos dos pais e dos filhos são os que se dizem educadores, porém jamais ensinam a seus alunos o temor de Deus e os sãos princípios da religião.

Nenhum comentário:

Postar um comentário